segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Sangue, Suor e Lágrimas!

Corro o risco de me repetir, aliás, sei que me vou repetir.
Porque será!?
Será porque os bons motivos para escrever algo vêm quase sempre dos mesmos lados, das mesmas pessoas!?
Em Maio, escrevi uma mensagem a propósito do 5º Título Europeu de Triatlo consecutivo de Vanessa Fernandes.
Hoje, não podia deixar de voltar a escrever. Nesta madrugada, Vanessa Fernandes voltou a ser grande, enorme, desta vez em Pequim.
A Australiana Snowsill não deu hipóteses. Mas, Vanessa cumpriu. Correu, pedalou, nadou, no seu máximo, sofrendo até ao limite e ganhou a prata, a primeira medalha de Portugal nestes Olímpicos de 2008.
O Presidente do Comité Olímpico Português pediu hoje brio e pofissionalismo aos atletas portugueses, que tão mal se têm portado, a todos os níveis. O aviso é mais do que merecido e, mesmo assim, ainda foi benevolente. Vergonhosas as prestações da maioria dos atletas nacionais até agora e ainda mais vergonhosas as suas reles justificações. Deviam ter ficado em casa. Levámos uma cambada de coxos (sem ofensa aos coxos), comodistas, boémios, oportunistas, chulos (com perdão da palavra) aos Jogos.
Vanessa foi brio, profissionalismo, esforço, suor, alma, disciplina e glória, como sempre, e, é, assim, um exemplo a seguir.
Sócrates elogiou Vanessa e dirigiu apreço a Obikwelu, e, muito bem, mas, estendeu, e muito mal, a congratulação aos restantes atletas. Asneira! Errado colocar no mesmo saco uma atleta com a qualidade, o espírito, a fibra e o rendimento de Vanessa Fernandes, um atleta com a humildade de Francis Obikwelu e os restantes representantes portugueses! Sócrates que em tantas ocasiões utiliza, despropositadamente, a sua arrogância, não soube dar o merecido puxão de orelhas aos desportistas lusos. Onde anda a sua arrogância, Sr. Primeiro, quando ela é precisa!?
E, por aqui me fico.
Parabéns Vanessa! A continuar assim, talvez um toque dourado em Londres 2012!



Sophia

1 comentário:

Rendeiro disse...

O Sócrates perde muitas boas oportunidades para ficar calado.

Eu cá acho é que nós precisamos é de mais atletas feios como a Vanessa, os feios é que se safam nisto (Phelps!).

E sim, muitos deviam era ter ficado na caminha, cá em Portugal, invés de irem passear a Pequim para levar a coisa na desportiva (passo a ironia).

Fica a esperança para os Para-Olímpicos, como diz o anúncio: nisso é que somos bons.