domingo, 24 de janeiro de 2010

Urgentemente

"É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
Ódio, solidão e crueldade,
Alguns lamentos,
Muitas espadas.

É urgente inventar a alegria,
Multiplicar as searas,
É urgente descobrir rosas e rios
E manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
Impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
Permanecer.
(Eugénio de Andrade, Antologia Breve)



Sophia

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O futuro já aqui ao lado!

Parece que foi há pouco tempo que vimos filmes em que as personagens usavam fatos tecnológicos e circulavam em carros eléctricos, totalmente aerodinâmicos, com portas das formas mais extravagantes imaginárias, computadores de bordo e painéis de instrumentos para lá de sofisticados, assemelhando-se a naves espaciais, cuja materialização nos parecia distante, quase inalcançável.
Pois é... mas, essa visão do futuro é cada vez mais a visão do presente. Esse futuro está mesmo à nossa porta. Os carros futuristas de então, começam a tomar forma, cor, potência, marca e preço.
À parte da ainda condicionada autonomia de alguns deles e do previsível preço elevado, deixo-vos aqui uma curta apresentação do meu Top 5:

A Honda traz aos amantes do saudoso CR-X, uma inultrapassável imagem da marca, o novo Honda CRZ. É-nos então apresentado um coupé 2+2, com monitorização híbrida a que se junta um painel de instrumentos de formas arrojadas e a inovação, face aos restantes híbridos da marca, de uma caixa manual de seis velocidades. Este pequeno desportivo Made In Japan, aliciando a memória dos fãs do CR-X dos anos 90, estará à venda em 2010, segundo a marca, ainda durante o primeiro trimestre do ano.

O Audi e-tron tem um habitáculo de dois lugares e é alimentado por motores eléctricos de iões lítio. É, basicamente, a versão eléctrica do Audi R8, com a única e pequenina diferença de que, dispondo de um motor eléctrico por roda, tem dez vezes mais força do que a versão a gasolina. Com os seus fraquinhos 313 cv. de potência, vai dos 0 aos 100 Km/h em 4,8 segundos e atinge uma velocidade máxima que fica por uns modestos 200 Km/h, com vista a preservar uma autonomia prevista de 248 quilómetros. Enfim, um brinquedo que vai chegar ao mercado em 2012, e, certamente, a um preço não tão bonito como o carro!

A Opel traz-nos um modelo eléctrico familiar que garante a tranquilidade em termos de autonomia ao dispor de um motor a gasolina que funciona como gerador eléctrico quando a carga das baterias é consumida. Com 150 cv. de potência, o Opel Ampera possibilita uma autonomia de 60 Km através das suas baterias de lítio recarregáveis em qualquer tomada caseira de 220v. Depois disso, o seu motor de combustão a gasolina, optimizado em termos energéticos, permite a continuação da viagem, com um desempenho idêntico ao do motor do Opel Corsa 1.4. É intenção da marca ter o Ampera no mercado europeu em 2011.

O Lexus LF-Ch será o primeiro compacto familiar de uma marca prestigiada apenas disponível na versão híbrida. A marca não revela muitos pormenores, mas espera-se uma potência combinada na ordem dos 180 cv. A curiosidade poderá ser satisfeita ainda este ano, quando o novo Lexus chegar aos stands.

O VW L1, é a verdadeira nave espacial deste cardápio. Tão baixo como um Lamborghini Murciélago e tão pequeno como o VW Fox, o L1 pesa apenas 380 Kg e tem a estrutura de fibra de carbono de um Fórmula 1 e uma porta que se assemelha à carlinga de um caça. O habitáculo dá para 2 pessoas e a sua motorização é híbrida. A modesta potência de 39 cv. concorre com o consumo inacreditável de pouco mais de 1 L aos 100 Km. À venda em 2013!


Sophia