sexta-feira, 30 de maio de 2008

Manias de Rico!

Sabem o que é o Inquérito Nacional de Saúde?
Não!?
Então, vou dar-vos uma ideia geral: O Inquérito Nacional de Saúde é o maior estudo de âmbito nacional a seguir ao Censos. Realiza-se de cinco em cinco anos, disponibiliza informação sobre a prevalência de várias doenças no nosso País, custa milhões ao Estado, e, por conseguinte, aos contribuintes, a maioria dos médicos nem sequer sabem que existe e os que sabem, em geral, não fazem uso dessa informação.

E a Hipertensão Pulmonar sabem o que é?
É uma doença que faz as pessoas terem falta de ar, dor no peito e cair para o lado, entre outras coisas e que mata, em média, 2 anos e meio depois de surgir.
Em Estocolmo, uma cidade com a mesma dimensão de Lisboa, existe um único centro direccionado para o diagnóstico, tratamento e seguimento dos doentes acometidos por este problema. Ainda há muito a caminhar, mas tem bons resultados e funciona.
Em Lisboa, existem quatro locais onde se diagnostica, trata e segue este tipo de casos. As práticas nem sempre são uniformes nos quatro centros (o que é de máxima importância na tentativa de tratar estes doentes), os recursos estão espalhados e a eficácia fica aquém da observada na Suécia. Há a intenção de criar um único centro, mas, até agora não passa disso mesmo: uma intenção. Os Suecos não têm vergonha de dizer: "Temos um único centro." Pelo contrário, dizem-no com orgulho: "Temos um único centro, com resultados."
E eu não tenho vergonha de dizer que temos de perder a mania de acharmos que somos um país rico, ser práticos, antever problemas, concretizar soluções e fazer as coisas andarem! Chega de manias de rico!


Sophia

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Leonardo: O Senhor dos Múltiplos Sentidos

Terminou na passada Terça-Feira, dia 20 de Maio, o ciclo de três conferências sobre Leonardo Di Vinci e a sua curiosidade infinita, preconizado pelo Dr. João Caraça e apadrinhado pela Fundação Calouste Gulbenkian.
Foram 2 horas muito bem empregues, que me deram a conhecer alguns elementos que ignorava até agora e que continuaram a alimentar toda a curiosidade que envolve o eterno mistério inerente a esta personagem maior da História Mundial.
Leonardo Di Vinci, Di Vinci porque era bastardo e natural de Vinci, Florença, como já devem saber. Di Vinci, o mestre dos duplos sentidos, aliás, dos múltiplos sentidos, o senhor das ambiguidades e das criações nebulosas, pouco claras, esfumadas! Leonardo é, sem dúvida, uma personalidade para venerar. Homem não dos sete, mas dos mil ofícios, dotado de uma vontade de observar, perceber e saber tudo, capaz de precisões ao mínimo pormenor, na matemática, na óptica, na mecânica, na hidráulica, na pintura, no desenho, ..., em tudo! Leonardo, o génio pré-moderno. Diria até, que era um homem muito mais avançado do que muita gente nossa contemporânea.
Se conhecerem o mínimo da sua obra, percebem o que digo e provavelmente concordarão comigo.
Mas, vamos às curiosidades!
Leram o Código Da Vinci!?
Excelente, não é!? Apelativo à imaginação e especulação!?
Sim, sem dúvida!
Mas, esqueçam-no agora!
Sabiam que a Última Ceia não é, de facto, a última ceia?
Um dos quadros mais famosos e mais alvo de especulação de Da Vinci, recebeu do próprio o nome original de Il Cenacolo, que em Italiano, em particular, Italiano Florentino, significa o que, em Português, chamamos de Tertúlia. E, nessa tertúlia, a personagem central é Leonardo e não Jesus Cristo!
Sabiam que a Mona Lisa, não é Lisa de Gherardini?
No Rx tirado ao quadro, no século XX, identificou-se um vulto conhecido por baixo da Mona Lisa, o vulto de Nibbio, o principal violador de Leonardo em criança. A figura feminina de Mona Lisa, é, diz-se, o próprio Leonardo Da Vinci, como ele se via.
Sabiam que, 100 anos antes da mestria de Galileu, Da Vinci, representou nalguns dos seus quadros, Júpiter e os seus satélites nas suas posições exactas?
Leonardo terá construído um telescópio e observado estes astros, muito antes de Galileu o sonhar.
Pois é!
Muitas curiosidades, muitas especulações!
Despertei "o bichinho" em vocês!?
Então, deixo-vos um site, onde poderão aprofundar estas questões e muitas mais: http://www.cesaremarchetti.org/ .
Outra sugestão que vos deixo é verem o documentário da BBC, editado em Portugal pelo Público: "Leonardo: The Man Who Wanted To Know Everything".

"He is never unambiguous and clear, but consistently layered, double functioning, polysemanthic...pictorial symbols as multiplex signs...ambiguity becomes a species of power." (Leo Steinberg)


Sophia

domingo, 18 de maio de 2008

Ontem, Hoje e Amanhã

Hoje assinala-se o dia Internacional dos Museus, e, por isso, achei que era uma boa altura para vos sugerir uma visita ao recém-nascido Museu do Oriente. Embora ainda não o tenha visitado, tenciono fazê-lo em breve, na medida em que, para além da curiosidade, tenho ouvido críticas bastante positivas em relação ao mesmo e pelo que pude apurar, apesar de um bocadinho "fora de mão", existem muitas alternativas em termos de transportes para chegar até lá.
E, já que estamos em maré de museus, deixo também o repto para darem um saltinho ao CCB, ao Museu Berardo e verem a exposição de Corbusier que lá se encontra agora. Corbusier foi um dos grandes da arquitectura contemporânea e julgo ser uma exposição para não perder.
Eu vou! E tu? Vais ficar aí sentado a ler blogs?


Sophia

sábado, 17 de maio de 2008

Quando? Como? Porquê?

Quando, aparentemente, nada mais há a fazer, quando chegamos ao fim do caminho, quando uma porta se fecha, quando um muro se ergue, quando a história chega ao fim, quando o tempo termina,... quando isso tudo... O que fazer? Passividade ou acção? Como agir? Que sentimentos incitar em nós? E porquê fomentar este em vez daquele, fazer isto em vez daquilo? Porquê alguém desistir? Porquê alguém ir à luta? Porquê alguém odiar, sentir raiva, sentir-se frustrado, sentir-se impotente, sentir-se injustiçado, sentir-se mal aventurado? Porquê alguém amar, sentir compaixão, sentir carinho, sentir-se realizado, sentir-se poderoso, sentir-se recompensado, sentir-se sortudo?... Porquê, como e quando?... Sabemos lá... Sempre ser o lado positivo da moeda? Dar-nos-à isso alguma vantagem? Provavelmente...Pelo menos a vantagem da consciência e talvez de um espírito livre, sossegado e alegre...Será?...Talvez sim, talvez não... Quando, como e porquê?... Sabemos lá...


Sophia

domingo, 11 de maio de 2008

5 x 3

Ontem foi mais um dia positivo para o desporto português, e, mais uma vez, não foi no campo do desporto rei.
O Parque das Nações, em Lisboa, recebeu mais uma prova do circuito Europeu de Triatlo.
Vanessa Fernandes foi estrela maior, ao vencer a prova. Arrebatou o 5º título Europeu consecutivo, batendo o recorde do triatleta holandês Rob Barel, que se sagrou Campeão Europeu de Triatlo por 4 vezes, na década de 80. Vanessa deixou, mais uma vez, claro que não tem concorrência europeia à altura e reforçou o seu favoritismo para chegar ao pódio em Pequim.
Mas, a prestação portuguesa não ficou por aqui. Depois de ter falhado a qualificação para os Olímpicos, Anaís Moniz regressou para conquistar o bronze no Campeonato Europeu, no escalão de júniores. Um bom resultado para esta jovem triatleta, mas, ainda assim, um bronze que soube a pouco, para alguém que já foi Campeã do Mundo em 2005.
Para Vanessa, parabéns por mais este título e pela preserverança, aplicação e disciplina que consagra ao seu treino, à sua preparação física e aos seus objectivos.
Para Anaís, congratulações pelo regresso aos bons resultados, mas, talvez lhe falte ainda, para ser uma verdadeira grande atleta e campeã, mais humildade, que lhe permita melhorar e aprender.


Sophia

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Vida

“A vida é uma oportunidade – aproveita-a
A vida é uma beleza – admira-a
A vida é um dom – aprecia-o
A vida é um desafio – aceita-o
A vida é um dever – assume-o
A vida é um jogo – joga-o
A vida é cara – preserva-a
A vida é um tesouro – conserva-o
A vida é um amor – saboreia-o
A vida é um mistério – aprofunda-o
A vida é uma promessa – cumpre-a
A vida é tristeza – ultrapassa-a
A vida é uma canção – canta-a
A vida é uma luta – trava-a
A vida é uma tragédia – enfrenta-a
A vida é uma aventura – ousa-a
A vida é nobre – merece-a
A vida é preciosa – não a destruas
A vida é vida – luta por ela!”
(Madre Teresa de Calcutá)
A propósito de vida e da Madre Teresa de Calcutá, aqui fica este poema.
Eu não sou, nem por sombras, a Madre Teresa, mas, resta-me acrescentar: a vida é única, vive-a! A maioria de nós tem oportunidades que muita gente no mundo actual nem sabe que existem, a maioria de nós tem facilidades que nunca existiram no passado (também temos complicações que não haviam antes é verdade), por isso, não ousem não aproveitá-las, justificá-las e merecê-las!
Sophia

domingo, 4 de maio de 2008

Toca a mexer!

Um estudo científico japonês revelou que a prática de exercício físico reduz o risco de desenvolver Doença de Alzheimer em 60%.
Apesar da natural reserva e precaução que deve pautar a interpretação dos resultados de todos estes estudos, parece-me um valor percentual bastante expressivo.
Sobretudo para os que têm uma genética que não os favorece, é uma boa altura para começar a prevenir.
Por isso, pessoal, toca a mexer!


Sophia

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Horas

“Horas, horas sem fim,
pesadas, fundas,
esperarei por ti
até que todas as coisas sejam mudas.
Até que uma pedra irrompa
e floresça.
Até que um pássaro me saia da garganta
e no silêncio desapareça.”


(Eugénio de Andrade)


Sophia