domingo, 3 de agosto de 2008

Sopa de Letras

Já alguma vez pensaram como se poderia escrever com caracteres chineses num teclado normal!?
Grande epopeia seria, já que o chinês tradicional conta com mais de 56 mil ideogramas e estes dificilmente caberiam num teclado de um computador.
Desta forma, parte-se de uma versão reduzida do idioma, a qual contabiliza 8000 caracteres. Mesmo assim, colocar per si estes 8000 símbolos num teclado constituiria uma tremenda e complicadíssima empresa, motivo pelo qual se recorre ao pinyin. Este é um dos métodos disponíveis para solucionar esta salgalhada e baseia-se num mecanismo de romanização do idioma chinês, em que se usam letras do nosso alfabeto latino para escrever os ideogramas chineses tal como estes soam. Ao utilizar uma letra do alfabeto latino, um programa mostra todos os caracteres chineses associados à transcrição fonética dessa letra, tendo o utilizador apenas de escolher, de entre os vários apresentados, qual o que tenciona aplicar.
Parece simples, resta saber se será mesmo assim tão simples.



Sophia

2 comentários:

Francisco M. disse...

Bem realmente tinha a ideia de que o idioma já é bastante difícil de falar mas não me passava pela cabeça esta questão dos caracteres.
No entanto Sophia existem teclados chineses (vou enviar-te algumas imagens para o teu e-mail), e corresponde aquilo que o teu post defende, em cada tecla estão uns tantos caracteres incluidos =)
Senão, onde caberiam os 8.000 ? =)

Sophia Pena disse...

Editei o post e aqui está uma das imagens que enviaste para que quem ler visualize logo a ideia. :)